Pais são presos após bebê de 2 meses ser levado morto à UPA

 Pais são presos após bebê de 2 meses ser levado morto à UPA

Os pais de um bebê de dois meses de vida foram presos depois que o menino foi levado morto à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Boqueirão, em Curitiba.

A criança foi levada até a UPA no fim da tarde com sangramento na boca e já sem sinais vitais. Os médicos passaram mais de 30 minutos tentando reanimar o menino, mas não conseguiram reverter o quadro.

De acordo com a tenente Félix, da Polícia Militar, os pais foram detidos porque havia sinais de violência no corpo do bebê. Além do sangramento, a criança apresentava afundamento no crânio e hematomas pelo corpo.

“É uma situação que foge da normalidade e, em razão disso, os órgãos foram acionados e os pais foram conduzidos à delegacia para prestar esclarecimentos”, destaca a tenente.

Bebê de 2 meses é achado morto em Curitiba

De acordo com a policial militar, os pais alegaram que dormiram das 13h às 16h e, ao acordarem, encontraram a criança já sem sinais vitais. O bebê já estava com o corpo rígido e com sangramento nas narinas e na boca.

Segundo a tenente Félix, assim que foi informada que os médicos não conseguiram salvar a vida da criança “a mãe ficou visivelmente abalada”. Ela e o pai do bebê foram levados à delegacia para prestar esclarecimentos.

O corpo do menino foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba, onde exames de necropsia vão determinar a causa da morte. A Polícia Civil acompanha o caso e aguarda o laudo do IML para determinar se um inquérito será aberto para investigar a morte do bebê.

Fonte MassaNews