TIROTEIO EM ESCOLA DEIXA VÁRIOS MORTOS E FERIDOS NA RÚSSIA

 TIROTEIO EM ESCOLA DEIXA VÁRIOS MORTOS E FERIDOS NA RÚSSIA

Um atentado numa escola de Kazam, a cerca de 800 km de Moscou, deixou ao menos oito crianças e uma professora mortas nesta terça-feira (11), de acordo com as informações iniciais. Também há pelo menos 32 pessoas machucadas, de acordo com a agência de notícias russa Tass.

“Nove pessoas morreram, incluindo oito crianças e um docente”, disse a fonte da agência russa. Os feridos foram levados para hospitais da região. Kazam é a capital da República do Tatarstão, cujo presidente, Rustam Minnikhanov, descreveu o tiroteio como uma “tragédia

Os primeiros relatos apontavam para dois atiradores, que invadiram o local e começaram a disparar. Depois, as autoridades corrigiram a informação e indicaram apenas um agressor, de 19 anos de idade.

“O autor do atentado foi detido e teve sua identidade determinada. Ele é morador de Kazam e nasceu em 2001”, disse o Comitê de Investigação da Rússia num comunicado.

De acordo com a apuração inicial da polícia, o botão de pânico da escola foi acionado às 9h25 (horário local), exatamente 5 minutos depois do início do ataque, que teria começado às 9h20. No momento da chacina, havia 714 alunos no colégio e 70 funcionários, incluindo 52 professores.

O autor do ataque foi preso pela polícia depois de balear 7 alunos da 8ª série e um professor. Enquanto era algemado pelos policiais, o agressor teria dito que havia implantado uma bomba na casa onde mora, de acordo com a agência Tass.

A polícia e as equipes de resgate ainda trabalham no local do crime. As crianças foram retiradas da escola, mas, durante o ataque, algumas se desesperaram e saltaram do prédio para fugir dos tiros.

Uma testemunha afirmou à agência russa ter visto uma explosão pouco antes do assassino tentar fugir.

Fundada em 2006, a escola tem 1.049 estudantes e 57 professores.

Fonte: https://noticias.r7.